Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Super-home (Um rap de um vôo sobre a favela)

Voar sobre o cinza, reflexos salmão.
Ativar narinas no fétido vão
É o lar, é o meu mundo
Expurgado e cidadão

Excremento, latifúndio do submundo real.
Se é legal anomalia, maioria surreal.
Se é legítimo a fome a via
De intrínseco final

Inexorável apartheid
Pilotis semi-submersos
Tapumes, flechas de ar
Frestas, pingos, reflexos,
Sinfonias de alaridos
Estampidos, sangue, restos.
Flechas de mangue
Sangue de restos semi-submersos
Sons noturnos de dor
Ironia do dia cor
Prisma longínquo do selvagem
Pedra no caminho de nobre
Calo do sapato eleitoral
Caldo inicial do caos
Infinita trilha pobre
Labirinto social
Pedra fundamental
De legítima estatura
Formadora de figuras
Minorias prematuras
Trilhas sinas gabirus
Mistureba terrorista
Gestação especialista
Berçários Carandirus
Pressuposto enganoso
De quem se apressa julgar
Preconceito pegajoso
Oriundo submundo
Terra Brasilis noir
Edbar
Enviado por Edbar em 06/11/2006
Código do texto: T283700
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
2870 textos (82769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:35)
Edbar