Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VELHO PESCADOR DOS MOLHES DA LAGUNA

Seu Chico levou a vida,
Ali na barra, a pescar.
Trabalhou em várias lidas
E se alimentava do mar.

Fez-se homem, criou filhos
Com o peixe que ali pescava
O que era preciso comia,
Vendia o que lhe sobrava.

 
Mas o tempo, intransigente,
Conta os anos sem sorrir
E seu Chico foi pescando...
E envelhecendo sem sentir.

Seus braços já fraquejando,
Com tarrafa tão pesada.
Pra correr atrás dos botos
As pernas já estão cansadas
 
Velho de cabelos brancos
Pele, do sol, bem queimada.
Joga a rede e vai rezando
Que ela caia bem armada.

Sabe, já não tem a força
Que tinha, quando era moço.
Seu corpo frágil se torce
De dor, com tanto esforço.

 
Mas seu Chico não desiste
Parar de pescar é morrer.
Luta velho! Pede aos santos
Que te venham socorrer.

Como fera esfomeada,
Vem a velhice sorrateira.
Luta Chico! Adia a morte!
Não deixe que esta tarrafada
Seja a tua derradeira.
HAMILTON SANTOS
Enviado por HAMILTON SANTOS em 06/11/2006
Reeditado em 26/10/2011
Código do texto: T283810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HAMILTON SANTOS
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
281 textos (25059 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:31)
HAMILTON SANTOS