Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contudo

É,
Essa solidão que me apedreja a alma.
Onde quer chegar tão abstrato evento?
A crueldade que espanta a alegria
De me ser somente eu mesmo.

É,
Esse fato de todos os seres,
Alguns mais, alguns menos,
Alguns nem chance de ser tiveram,
E alguns que tiveram e quiseram não ter tido.

É,
Humano sou apesar de tudo,
Ferido sou passado tudo,
E, contudo, espero que isso tudo,
Sirva-me à idéia de não ser sofrido.

Sirva-me à imunologia a um ser vencido.
Pedro Batalha
Enviado por Pedro Batalha em 07/11/2006
Reeditado em 09/11/2006
Código do texto: T284271
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Batalha
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
10 textos (638 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:05)
Pedro Batalha