Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vidros da vida moderna.

Meu caráter.
Minha ilusão.
Que reflete e embaça:
E me distrai,
Me envolve e,
Me modela;
Nos módos e nas vozes que ouço.
Reflexos das moças que vejo.

Das casas que visito,
Dos carros que uzo,
Dos lábios que beijo.
Dos vidros que coloco,
Dos planos que projeto.
Vida moderna.
Vida louca disse o cantor.
Vida minha digo eu.

Os vidros são meus.
A escolha é minha.
O tesão é meu.
A tensão é minha. E daí?
Sou eu que sofro!
Sou eu que corro!
Sou eu que sonho!
Sou eu que choro!
e pulo,
e grito,
e vou:
Com pele.
Com graça.
Com medo...dos vidros da vida moderna..






Clayton Freitas Morais
Enviado por Clayton Freitas Morais em 07/11/2006
Reeditado em 07/11/2006
Código do texto: T285034

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Clayton Freitas Morais
Ubatuba - São Paulo - Brasil, 41 anos
96 textos (3214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:30)
Clayton Freitas Morais