Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Avesso do avesso!!

Meus olhos, já não o enxergam mais,
Toda beleza, acabou-se tornando aspereza
Todo sorriso, virou rancor
Não há mais vida,só lamento e dor

As palavras suaves, em blasfêmia,
Os beijos, antes doce, hoje amargo
Nossos olhos, não vêem o mesmo horizonte,
Os objetivos tornaram-se avessos e adversos,

Pertencemos ao mesmo mundo,
Mas não no mesmo espaço,
O corpo esta presente,
Mas a alma ausente!

Até quando suportaremos a superficialidade,
Deste mundo materializado e mundano,
Onde o ser que realmente é, e deseja ser,
Acaba se tornando o “estranho”para a sociedade.

Palavras rasgadas,jogadas ao vento
Esperando que algumas delas
Possam talvez um dia germinar,
Em algum lugar,onde quem sabe,
Possa voltar a nascer a “Paz”

Pekena Rosa
22:13 07/11/2006
Pekena Rosa
Enviado por Pekena Rosa em 08/11/2006
Código do texto: T285345
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Pekena Rosa
Jacareí - São Paulo - Brasil, 42 anos
82 textos (8511 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:07)
Pekena Rosa