Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bem longe

Debruçando sobre a certeza das incógnitas
Escorria de si alguma sensação quase absurda
Parada olhando os arredores de uma rua
Que era tão comum que trazia sobressaltos assustados
Quando por vezes avistava alguma novidade antiga

Sem saber já estivera ali por tantas fases
Alegrava-se quando descobria fruto na mangueira
Quando sentia com carinho o vento gélido
Como se a alma quebrantada se enchesse e preenchesse
O espaço vazio que era aquela vida sem acontecimentos

Mesmo porque coitada não entendia de nada
Só sabia se sabendo mesmo sem especulações
Providenciava todo dia alguma atividade sem reação
Assim mesmo essas ações sem abraços apertados
Brincando com a existência de tudo acabado

Às vezes essa pobre criatura magrela
Fabricava uma lágrima qualquer
Mas era só pra se ver chorando
Porque era tão sem motivações que não chorava
Não gritava, não sabia falar, são sabia sentir.

O que queria mesmo era viajar de barco pelo céu
É pelo céu mesmo, nas caravelas de algum desconhecido
Desses que vão e vêm, só pra estar lá em cima.
Esperava dia após dia na janelinha
Com o coração apertado para ver alguém
Que a levasse voando para bem longe
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 08/11/2006
Código do texto: T286100
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:23)
Lady Sophia