Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos Perdidos



Sonhos perdidos
No fundo de nosso coração
Se transformam em nossos piores pesadelos
Por que não conseguimos a realização?


Você não tem o que quer
E não consegue se contentar
Faça o que fizer
Você continua feito um animal a tentar


Seus filhos sem escola
Sua vida anda pra traz
Você já pedindo esmola
E não consegue um pouco de paz


E você fica na miséria
Sem emprego e acha que está tudo bem
Mas dinheiro na cueca não resolve o problema de ninguém
Nem a sujeira que não pára de acontecer no seu país
A triste realidade que não te deixa ser feliz


Um voto mais certo e consciente
Talvez fosse solução
Mas é difícil quando você olha pra frente
E só vê candidato ladrão,
Vergonha, descaso e corrupção


E você se questiona se é essa é vida
Que você sempre sonhou pra você
Mas o que nenhuma pessoa vê
É que continuando assim a batalha será perdida


No mundo já não existe beleza
Assim, os seus sonhos nunca irão acontecer
Porque a verdadeira riqueza que nós temos
Ninguém consegue entender


É a verdade que criamos
A depressão que construímos
A esperança que matamos
À partir do momento em que desistimos


Se você lutasse pelo seu direito
Talvez o sofrimento fosse menor
Se você seguisse o que sente em seu peito
Talvez o mundo fosse um pouco melhor


Mas você fica nesse jogo de incerteza
Caminhando pela estrada que lhe forçam seguir
Você mergulhado na sua infinita tristeza
O mais triste é que não vemos a luz surgir


Seus medos te dominam e você não sabe o que fazer
A confiança foi embora e o que fica é covardia
E vai surgindo a questão que não pára de crescer
Quando iremos ter o nosso dia?


Esse é o lugar onde vivemos
Onde a bondade humana começa a contar cada vez menos
Onde a esperança vai sendo sugada de nosso coração
E fica cada vez a longe a resposta pra nossa questão


Já estou cansado de ouvir promessas mentirosas
Que só parecem possíveis em época de eleição
Parem de mentir, suas cobras venenosas
Comecem a trabalhar pelo futuro da sua Nação


Mas a batalha ainda não está perdida
E um dia nossa vez há de chegar
Salvaremos nossa vida
Quando a todos conseguirmos conscientizar


Pois nossa história, não terá este triste fim
Não morreremos assim
Sem termos uma vida de felicidade
Este não é o destino da humanidade





LuizVen
Enviado por LuizVen em 09/11/2006
Código do texto: T286522
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LuizVen
São Paulo - São Paulo - Brasil, 25 anos
3 textos (151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:23)