Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA VOLTOU MAIS UMA VEZ

Às vezes ela volta
Nem ao menos pediu permissão
Chegou sorrateira
De tal maneira
Que me derrubou no chão
Para cair no esquecimento
Este angustiante sentimento
Não me debato
Nem remo contra não
Deixo doer
Sem conter
Este gosto amargo
Que não e em minha boca
Mas no coração
Relutar seria despertar
O que quero deixar lá atrás
E nem sentir outra vez
Sentir-me impotente
E me perder nesta imensidão
Cheia de tristeza e solidão
Esperar porque espero que passe
Isso é a melhor solução
Não quero sentir nunca mais
Que a única saída seria
Arrancar meu coração
Ou sentir cânulas ou sondas
Descendo garganta abaixo
Lavando-me e enchendo de carvão
Como se essa limpeza
Estivesse limpando toda tristeza
Que não limparia apenas meus órgãos
Mas a minha vida então
K F
Enviado por K F em 09/11/2006
Reeditado em 11/10/2007
Código do texto: T286551
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
K F
São Paulo - São Paulo - Brasil
71 textos (5492 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:23)
K F