Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LISARB <<<

Virado do lado avesso,
encontro o menino na rua,
encontro minha alma quase nua,
eu vejo a água que resta correr,

A mata quebrada do lado,
a floresta "pelada" perante o azul do céu,
escrevendo na terra como em um papel,
um pedido de socorro junto as suas dores,

Ao avesso eu encontro a republica,
e nas muitas vezes que parei para pensar,
pensei que não valia mais a pena tentar,
errei, pois, a pena não valeria

desengano. Acabar.

Ao contrário, tudo errado.
De um modo o azul aqui é mais azul,
e mesmo com as dores, o povo de norte a sul
Canta e dança sem querer parar,

E se ser assim é não desistir,
Pois que seja, não deixarei.
Um jeitinho deste lugar eu darei,
Brasileiro. Um dia quem sabe, será do mundo o rei!
Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 09/11/2006
Código do texto: T286564

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25458 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:40)
Daiane Rodrigues