Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

redemunho maldito ao amigo vítor (klein)

demônio de mim mesmo
inferno de minh’alma eu aterrado na agonia demônio
de mim mesmo
imerso com o fogo grito
o pulmão podre a rebeldia eu sou um anjo
desvalido
eu fui perdido expulso deserdado sem caminho
escuro e eu sozinho incompreendido
demônio e
resto apodrecido
de carniça eu sofrimento eu sou tormento demônio
de mim mesmo eu detrimento
filho de satã
menino diabo de aventura e letargia
grito sem valia
o pulmão podre o enforcado
desolado
o meu cigarro o meu
pigarro
‘esfalecido
riso de mendigo bêbado
entre loucos
louco de entre lobos morto em meio
à vida eu sou ferida
pus e fezes fúria e fome eu sou
miséria eu sou demônio
e nojo asco de meu
asco
mundo de mim morto eu sou
demônio diabo a-
mor-
talhado de mim mesmo eu
sou demônio
de mim mesmo
eu sou
demônio eu sou
demônio,
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 11/11/2006
Reeditado em 12/11/2006
Código do texto: T288589
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45247 leituras)
17 áudios (873 audições)
14 e-livros (767 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:57)
andré boniatti