Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na praça do bairro.




A linha do sol
As nuvens empedradas
O vento forte
O tempo muda
E vem chuva por ai.

Na praça a espera
Os olhos que procuram...
As flores no jardim
O peito já triste
Ainda longe de ti.

As horas voam
A ausência aumenta
O coração chora por dentro
Louco de paixão.

A ilusão não se realiza
Anoitece de repente
A duvida corta a razão
Os lábios confessam
O medo escala o desejo
Cobre a cabeça da emoção.

Indo embora de decepção
Os passos automáticos
Segredos pelo chão
Sem pedir perdão
Não acreditando mais no fato
De ter olhado
E também ter sido olhado
Simplesmente...

Alguma coisa norteou
E em um ponto fixo
Achou que encantou
Duas pessoas
Que mal se conheciam.

                                                             
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 12/11/2006
Código do texto: T289634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26304 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:54)
Condor Azul