Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


"QUASE"
Ana Maria Brasiliense

Há dias que estamos "QUASE" 

parece que nada pode nos alegrar 

ou dar luz ao dia cinzento,
 
nem ao menos temos explicação para isso.
 
Parece que ouvimos o gotejar 

das lágrimas de nosso coração, 

e sentimos que ele esta completamente cheio de rachaduras. 

Por elas sentimos o escorrer do silêncio de

nosso silêncio, 

deixando eco do vazio que habita em nós quando 

estamos "quase"...
 
quase nada ...
 
quase vivo ... quase morto .. 

quase vazio..
 
quase silêncio de nós ...
 
Esses dias que temos vontade de pegar o nosso 

coração e acariciar acalentando...
 
Estranhos esses dias "quase " 

mas da forma que chegam também vão embora. 

Gosto deles! 

Porque costumo viajar para dentro de mim 

e nesse viajar adormeço, acordando no outro dia 

com um lindo amanhecer... 

À ti que esta "quase" 

que tal viajar para dentro de ti mesmo?... 

Adormeça e acorde contigo mesmo 

Acorde deixando de estar "quase

num maravilhoso amanhecer!

É o que te desejo.

Ana Maria Brasiliense
Enviado por Ana Maria Brasiliense em 13/11/2006
Reeditado em 26/11/2006
Código do texto: T290456
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Maria Brasiliense
Santos - São Paulo - Brasil
879 textos (36723 leituras)
14 áudios (881 audições)
3 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:51)
Ana Maria Brasiliense