Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFLEXÃO

É doce a menina que me olha do espelho,
Verdes olhos vistos ao sol.
É-terna a mulher que se mira,
Com castanhos profundos de entardecer.
Os verdes faíscam,
Brilham vida, alvorecer...
Nos outros, estranho lume,
Veias imersas, flamejantes,
Oceano a derramar.
A menina não vê as lágrimas,
Não sabe, nem adivinha,
Só enxerga o seu sonhar.
Mas a mulher vê a menina
Sonhos, beleza infinda...
Um só ver, sem tocar.
Os corações batem, descompassam,
A dor oprime e pergunta: por que?
E a menina continua lá
Mas só a mulher consegue ver
Maria Luiza Falcão
Enviado por Maria Luiza Falcão em 14/11/2006
Código do texto: T291440
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza Falcão
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
20 textos (824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:14)
Maria Luiza Falcão