Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A RETIRADA


Por ínvios atalhos
na estrada da vida,
buscando trabalho,
tentando guarida,
irrompe o Sertão
pra outras paragens.
Em longas viagens,
lá vai de roldão.

A dor da jornada
é infinda, é cruel.
No espinho da estrada
ingrata, revel,
estrepam-se  os pés
pisando no chão.
E vai-se o Sertão...
Tremendo revés!

Sertão brasileiro,
comendo quipá,
raiz de umbuzeiro,
quixaba ou juá.
Comendo do bró
do ourieurizeiro,
sertão brasileiro,
és digno de dó.

Quem mora no campo,
à beira da estrada,
vê a cena que estampo
pior que contada.
À toa se vão
famílias inteiras,
as mesmas esteiras
rasgando no chão.

Na longa jornada,
ingente, o Sertão
irrompe na estrada.
- Cruel procissão!-
Famílias inteiras
à toa se vão,
rasgando no chão
as mesmas esteiras...

João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 16/11/2006
Código do texto: T292550

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:12)
João Justiniano