Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só A Noite Veio



...e me veio a noite.
O silêncio toma conta de meu quarto.
Já não tenho mais nada...
e o céu se apresenta negro para mim.
sem estrelas... sem luar...
sinto um vazio imenso...

ao meu redor, só a fumaça,
antiga companheira,
na graça, na praça,
na raça, na desgraça,
Acabou-se a trapaça!

Algo mudou no meu mundo.
A magia me abandonou...
até o feitiço, acabou...
talvez, eu nem seja como o vinho...
talvez, eu tenho sido apenas a cachaça!
Meu passado é a minha traça...

decadência...
novas ondas...
esquecimento.
É difícil continuar sendo,
quando deixei de ser peça rara
e tornei-me uma coisa comum...
do nada pra lugar nenhum...

Maculei meus princípios,
julgando que assim teria algum amor...
ledo engano, o que veio foi a dor.
E hoje, quando a noite vem,
percebo que dei o que era certo,
mais uma vez, a ninguém...


March, 1986.
fb*RL September 19, 2006.


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 16/11/2006
Reeditado em 26/07/2013
Código do texto: T292933
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1110 textos (180351 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:07)
ENIGMA