Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apatia



A impossibilidade me conduz por atitudes inadequadas, quando repito tantas reações em cada verso, cada palavra... e meus gestos não me direcionam, meu dia começa na madrugada...

Minha mente atormentada por viáveis acontecimentos longe do que sinto, determina ações mecânicas numa falta de nexo inerente... Como proceder estando tão descontente?
Como permitir tamanho desatino?

Outro sofrer se aproxima no decantar amargo de novos versos tristes... ecos de um abandono que não era acreditado, até tomar desmesuradas formas e materializar-se nessa solidão...

Acasos diversos não me entretêm... a realidade sinaliza seus pleitos: razão... omissão... coração?
Amor perfeito, cheio de defeitos...
E o que me consola de mim se cansa,
pois nem eu consigo me aturar assim...
Auto-piedade? Desesperança...
Recomeços são fadados ao fim.

August 15, 2006.


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 17/11/2006
Reeditado em 16/03/2013
Código do texto: T293649
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1110 textos (180360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:00)
ENIGMA