Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Tempo...

O TEMPO


as vezes não ligamos para o tempo...
as vezes o tempo passa à ser...
as vezes inimigos, as vezes amigo

todas as vezes que pensamos, pensamos...
e o tempo?
é o puro passado que jamais voltará...
e a brisa?
é singela conduta das cascatas...
sendo assim, o que tenho com isso?

nada, nada e nada, somo meros;
as vezes aprendizes temporários
as vezes temporarios aprendizes

esquecemos, lembramos
lembramos e esquecemos
e o tempo?

remédio para meu puro ébrio
ébrio para meu puro remédio
ou puro remédio para meu ébrio..

assim fico, desfaço, desmorono
e espero um simples comentário
aquele que sana as condulências...

ainda não acontecida
mas faço dessas palavras puro ébrio
paranoia, desvairo...

foi apenas um momento,
aquela vontade de escrever,
de gritar aos mundos o quanto o tempo não se juga; como quando.... mas de muitas maneiras...
Marcos Roberto de Oliveira
Enviado por Marcos Roberto de Oliveira em 18/11/2006
Código do texto: T294353
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Roberto de Oliveira
Francisco Morato - São Paulo - Brasil, 36 anos
161 textos (9672 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:00)
Marcos Roberto de Oliveira