Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAGUNENSE DAS ANTIGAS

Nasci na velha Laguna lá na Passagem da Barra.
Meu pai um militar bom de briga e de farra.
Minha mãe uma portuguesa com o nome de Maria,
Tão bela quanto uma flor enfeitando a sesmaria.

Me criei domando potros e cuidando da criação,
Toquei gado e mulas xucras entre campos e sambaquis,
Nas horas de folga,mas por festa que precisão,
Na Lagoa Santa Marta pesquei peixe e camarão.

Tal qual João de Magalhães, ainda jovem e entojado,
Fui esticar nossos limites lá pras bandas orientais.
Desenhei novas fronteiras,fundei vilas e povoados
Sentindo o vento sul no peito até os Campos Neutrais.

Andei cruzando adagas com inimigos mortais
Peleando a cavalo em campos sangrentos demais.
Plantei sementes de vida com lindas mulheres sulinas
Que animaram minha vida e minha alma teatinas.

Lutei,amei e venci com as graças de Santo Antonio,
Me misturei com outras raças pra formar essa nação.
Mas quando a tristeza e a saudade me apertavam o coração
Me abraçava à viola , pra cantar essa canção:

Vou voltar pra minha casa , Laguna del Embiaça
Pra ver o sol na Lagoa, beber água da Carioca
Rever meus velhos amigos, pessoas que sempre quis,
Vou voltar para Laguna, pois lá é que eu sou feliz!

* Laguna del Embiaça: Primeiro nome europeu dado à vila que deu origem à cidade de Laguna, no litoral de Santa Catarina.O nome é formado por palavras espanhola e tupi.
HAMILTON SANTOS
Enviado por HAMILTON SANTOS em 18/11/2006
Reeditado em 18/04/2012
Código do texto: T294368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HAMILTON SANTOS
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
281 textos (25059 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:23)
HAMILTON SANTOS