Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MORREU A POESIA

Sonhei, mas um sonho impossível
E fique alucinada e sem palavras
Quando me vi fria e impassível
Diante de frases tão claras...

Sonhei, mas tudo foi sem sentido
Porque sonhei sozinha
Um sonho pra lá de repetido
Em uma vida que imaginava ser a minha...

Sonhei, sonhos de poeta apaixonado
Que vê e escreve o que sente
E que de repente se vê largado
Como se não fosse mais do que um indigente...

E fui tomada de amargura
Ao ver a poesia em meu coração morrer
Nada fiz para tentar a cura
Dessa doença que me faz emudecer...

Hoje o que me resta são as palavras de outrora
Que sempre trago junto ao coração
Na fugaz esperança de que em uma nova aurora
A poesia volte a ser parceira da minha louca imaginação...

LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 18/11/2006
Código do texto: T294717

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:28)
LoucaporPoesia