Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADEUS


                                                                 

         O tempo é leal e sempre corre!
         Um medidor sem nenhum controle,
         Voce peregrina não olha, engole.
         Um adeus que exala a solidão...
         Uma esfera de sonhos encantados.
         Tua magia uma fina e fresca desculpa
         Resmungar contra a vida tolice!
         Pois vida gera mais vida...
         E por mais que se fuja da vida
         Ela e uma imensa e doce cela.
                                                 
                                               

Poeta Mario Macedo de Almeida
Enviado por Poeta Mario Macedo de Almeida em 19/11/2006
Código do texto: T295314

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Mario Macedo de Almeida
Guarujá - São Paulo - Brasil, 55 anos
676 textos (39564 leituras)
3 áudios (248 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:04)
Poeta Mario Macedo de Almeida