Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passageiro do fogo.






No fogo de tudo
Além de ficar preso
Nos quatro elementos
Me perco para a fantasia.
É quando vôo num navio
É quando navego num avião
os controles que não os tenho.
Sonar do ar
transponder do mar
na cruz da espada
já saído da terra
calor do meu complexo
etéreo do mundo
com o sibilar do ponto
critério do tempo
que me fez passageiro
encarando os fatos
mesmo assim morrendo
ambulante do deserto
já disse isso
ainda que me fosse contrário
o tempo é inimigo
das coisas bonitas
porque elas
também passarão.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 19/11/2006
Código do texto: T295440
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26307 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:34)
Condor Azul