Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentido do segundo plano

Há dias que minha mente esquece dos atos moldados pela rotina
Assim eu passo a sentir com a mais profunda sinceridade possível
O que é aquilo com a presença ou ausência da cegueira do padrão
Meus olhos internos e abstratos ganham uma sintonia diferente passageira

Eu sinto o real e o estranho
Eu não vali nada e senti apenas a alma em termos poéticos que existe dentro de mim
Um sentido que o organismo não tem
Mas que inexplicalvemente eu sei que involuntariamente senti
Alguma ponte entre o interno e o externo
O externo independente de hormônios e órgãos
Matando a minha funcionalidade orgânica
Como se eu estivesse voando pelas nuvens
Sentindo o calor máximo do sol e congelado na mais possível frieza
Morrendo e sem palavras para explicar
T a n
Enviado por T a n em 30/06/2005
Código do texto: T29596
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
T a n
Condeúba - Bahia - Brasil, 27 anos
31 textos (2090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:00)
T a n