Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Outro Luar

Pego-me entre lençois
estou sem você
você está entre os casais
que nao me deixam te ver

levanto de meu leito e corro para a sala
está tudo escuro, tudo parado
vou à janela ver o luar
mas tua luz nao estás a me iluminar

sinto na alma uma dor cortante
vejo seus seios, suas pernas, sua boca, seu semblante
nos braços de outro a vejo se entregar
nesta noite de luar que teima em nao me iluminar

tres lagrimas escorrem com sofreguidão
foi você a musa desta razão
sinto o sereno, a solidão
que sempre minh'alma percorrerão

hoje nao irei mais dormir
mesmo que seja um sonambulo este Vi
daqui a pouco você vai gozar
e minha dor, um pouco, irá aliviar...

escrevo por ti e por mim
nao posso pra cama voltar
em momentos, sala, cozinha, vou estar
à espreita da lua que nao quer me iluminar

nao adianta remédios, eles sao para enganar
vivo dopado para me alegrar
amanha vou uma ode fazer
para ver o tempo me esquecer

o tempo, a lua, o tempo, a lua
nesta branca face te vejo sem parar
agora me vou, sempre a lembrar
que esta dor nao quer parar
pois a lua nao quer me iluminar

Vinicius Caetano

Vinicius Caetano
Enviado por Vinicius Caetano em 20/11/2006
Código do texto: T296227
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vinicius Caetano
Amparo - São Paulo - Brasil, 43 anos
44 textos (3447 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:44)