Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Qualquer plágio de Duran Duran

Flores que murcham, folhas que flutuam
estava assim até encontrar alguem como você
e agora, você vê, estamos um pouco distantes
Tudo o que eu disse que aconteceria
O que está acontecendo, afinal?
Alguns dizem que sou louco
Mas onde está meu amigo quando preciso de você?

Papeis voando contra o vento
Eu abandonei o mundo da escrita pensando ser melhor,
e agora estou de volta.
Apenas espero que tudo seja ouvido,
e possa ser dito
O que está acontecendo comigo?
Loucos, alguns dizem
Mas onde está o mundo que eu tanto lutei para construir?

Eu não vou chorar pelo hoje
há algum lugar que possivelmente eu vou encontrar
e a cada passo que eu der
até que eu chege neste novo mundo
eu aprenderei a sobreviver
Este novo mundo
é meu mundo
e eu aprenderei a sobreviver

Procurando em sombras uma minima sombra de você
Eu lutei para chegar até aqui
Construindo rocha por rocha desse chão
Que agora parece estar quebrado
Todos os caminhos parecem dar no mesmo fim
Todos os fins parecem ser no mesmo caminho
Alguns dizem que estou ficando louca
Mas sinto que esse mundo novo pode estar mais perto do que penso...

Onde está meu amigo quando preciso de você?

Não vou chorar pelo hoje
dando passos débeis em direção a algo que não conheço
eu vou trilhando meu caminho enquanto
aprendo a sobreviver neste mundo ordinário
Não vou chorar pelo hoje
existe um mundo que de alguma forma irei encontrar
e neste mundo eu aprenderei a sobreviver
Todos os mundos podem ser o meu mundo.
Alecrim Crim
Enviado por Alecrim Crim em 20/11/2006
Código do texto: T296457

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dou os créditos a Julhana Pohlmann pois só ela entende seus textos. Visitem seu site no Recanto das Letras!). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alecrim Crim
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 27 anos
374 textos (14582 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:37)
Alecrim Crim