Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amena Intemperança

Não é por onde eu ando
É por onde deixo minhas pegadas
São as velas que acendo
Para cada luz que me é apagada.

Não são as lágrimas que verto
Mas é o suor que derramo
Nem os sentimentos que derreto
Mas os pensamentos que embalsamo.

Independente dos rumos
Sem querer saber do caminho
Só para onde seguem meus planos
E por onde eu não me desvio.

Meus desatinos e inconstâncias
Minhas solidões e questionamentos
E se eu mesma busco a intemperança
É porque o clima está muito ameno.
Daniela Beny
Enviado por Daniela Beny em 20/11/2006
Código do texto: T296553
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daniela Beny
Maceió - Alagoas - Brasil, 32 anos
12 textos (516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:43)
Daniela Beny