Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

C I O 


Os lençóis em desalinho 
Abrigam nossos corpos desnudos
Transbordando desejos...
Mãos que anseiam por descobertas
Bocas que sussurram em gemidos
O calor que emana de nós
Umedece e enlouquece
Uma procura alucinada...
És meu cio...
Minha paixão...
As línguas agitadas
Exploram-se, deslizam...

Sem pudores
Sem limites
Fazem uma viagem mágica
O toque que arrebata
Entre pernas que se enroscam
Serpenteando...
Volúpia...
E de dois corpos faz-se um
O encaixe perfeito
Em todos os ritmos nos perdemos

Na dança do amor febril
Sintonia perfeita
E no ápice do abandono somos invadidos...
Ardemos... queimamos...
Um turbilhão de contrações
A explosão...
Desfalecidos caímos sobre o ninho
A doçura no olhar...
O sorriso do prazer confesso
O silêncio dos amantes
O torpor que acaricia nossas almas
O amor que se fez pleno
Devaneios...
Corpos desnudos...
Desalinho dos lençóis
Recosto no teu peito
Fechamos os olhos...
Juntos, adormecemos...
Sonhamos...
Para depois, mais tarde,
Recomeçar.

Eterna Aprendiz
Enviado por Eterna Aprendiz em 20/11/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T296848

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eterna Aprendiz
Fernandópolis - São Paulo - Brasil, 53 anos
34 textos (11415 leituras)
11 áudios (2493 audições)
2 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:30)
Eterna Aprendiz