Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 
 


ABANTESMA

No momento que o abantesma da morte,
abduz minha vida e me ronda de toda sorte,
estou a abeberar meus sentimentos abatumados,
que ao me sentir abráquios era tão ab-repticio
no estado de abiose uso para te alcançar qualquer artifío.
Quero neste momento ablegar este amor
abolericido e abochornado.
E dele me livrar bem antes de bruxulear.
Que os abutres dele se aproxime,
está tudo tão abstruso,
estou em abulia
para fazer essa poesia.
Foi tudo um grande absurdo
me pegou tão abstraido
que nem sei o que dizer,
que acachapado só desejo morrer.

Renatinhuuuuu 22 de Agosto de 2006 16:49
Ofside
Enviado por Ofside em 21/11/2006
Reeditado em 12/02/2014
Código do texto: T296959
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofside
Rio Claro - Rio de Janeiro - Brasil
1661 textos (84745 leituras)
38 e-livros (809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:02)
Ofside