Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma só batida (Mesmo caminhar)

Voltemos à realidade.
Até quando você vai continuar levando porrada?

O susto é o nada...
Três vezes pior que temer.

A piedade é a piegas do mundo moderno.

Vamos deixar de lado conceitos e pensar em fundamentos...
Tudo é moldado na atitude de mudar,
Na arte de conduzir relações.

Sem agressões...

Somos mesmos irmãos.

Desviemos-nos de poças que sujam reputações.

Não maltrate teu Ser.

A liberdade em falar nomes sem desmerecimentos de outros.
Sem destratar sentimentos.

Recomendando vantagens...
Boas.

Benefícios em causa própria não revestem da realidade existencional.

O mundo é de todos!

Principalmente no respeito pela dignidade do próximo.

É fácil essa dança...
Ritmada mesmo.

A alegria de viver numa única ovação.

União de cores nos faz deduzir que fazemos parte dum mesmo arco...

Íris é a gloria deste.

Não quebre a linha “raças de toda fé”.

Mande avisar.
Mostre os olhos.


Alcebíades Segundo
Enviado por Alcebíades Segundo em 21/11/2006
Código do texto: T297125

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Com respeito aprópria obra e propósitos utilizados para o conhecimento literário e a evolução da vida.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alcebíades Segundo
Guanambi - Bahia - Brasil, 38 anos
163 textos (9516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:39)
Alcebíades Segundo