Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MISSÃO

Quando a descrença estabelece limites
Os anseios se encarceram a sete chaves
No lôbrego e sombrio catre
Da solidão.

Foram assim minhas tardes tristes
Meus braços anêmicos se acovardaram
Meu corpo franzino jazeu
Inerte no chão.

Quando todo o universo que existe
Vai se encolhendo, atrofiando a alma
Há que se alçar o vôo, dar asas
Ao coração.

E foi assim quando tu me viste
Na minúscula órbita que me sufocava
Lancei-me sem medo ao estenderes
A tua mão.

Só sei que pela maneira que agiste
Partindo assim, tão logo estive bem
Pode ter sido um anjo que cumpriu
Sua missão.
ademir silva
Enviado por ademir silva em 21/11/2006
Código do texto: T297497

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ademir silva
Americana - São Paulo - Brasil
20 textos (1099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:53)
ademir silva