Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
sangue

sem mais palavras
sem mais historias
sem mais reclamações ou indulgências
sem mais estradas esburacadas

eventualmente eu viajo em meus sonhos
eventualmente eu cultivo a mim mesmo
eventualmente eu me erro de alvo
e em minhas memórias eu me guardo pra você

coisa mística que não existe
a maior de todas as historias
paranóias me impedem de viver
sangue vivo que me contorna a face no espelho

esse lado da fantasia é assim tão rela pra mim
e nas minhas memórias eu me mato em você

eu grito cuspindo sangue
eu cavo minha cova rasa
e eu meu inferno pessoal eu vivo e não me desgarro enfim

além da curva do rio de sangue
lá eu vivo
congelado em dissabores
mordendo em rancores
caindo em não-amores...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 22/11/2006
Código do texto: T297838
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70522 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:06)
Rônaldy Lemos