Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P.E.R.D.I.D.O.

Olho através da janela
(Não) sei o que quero(?)
(Não) sei como quero(?)
(Não) sei quando quero(?)
A verdade é que nunca sei nada...

Estou perdido, correndo nu por corredores iluminados
Sinto a chama negra me derreter por dentro
Meus pulmões doem, minha gargante coça... vontade de falar (... e gritar)
Enxergo a linha que separa o lúdico do real, tenho medo
Onde está a borracha que estava aqui? Talvez nunca tenha existido...
Onde está uma colher então? Para os meus olhos arrancar...

Estou pronto (?)
Que soem os tambores, e que uma lança me atravesse...
umtressete
Enviado por umtressete em 23/11/2006
Código do texto: T299218
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
umtressete
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil, 32 anos
2 textos (37 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:08)
umtressete