Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Medo inocente

Que estranha sensação que invade o peito
Quando de súbito surge uma indagação
Vagamente maliciosa cheia de poucas intenções
E eis que de repente confirmo:
"Eu tenho MEDO!"

Meu Deus que arrepio me sobe das entranhas
Desfazendo-me em lágrimas frias
Comumente preocupadas com o destino
Até que me limite novamente
E volte a não pensar

E descubro como controlar a ânsia de fazer
A necessidade quase inatingível de me preocupar
Sim, porque sou por excelência pura preocupação;
Antecipando as coisas, as trazendo para bem mais perto;
De minha face que fica à mercê da confusão

E fico remoendo o que ainda não aconteceu
Fico prevendo as possibilidades
Contando os possíveis erros
Limitando-me por livros, cadernos e exames;
Círculo vicioso que transfigura na essência de mim

Até apareça aquele mal estar
Aquele medo de não conseguir
Aquelas lembranças vagas dos bons momentos
Tudo dentro de mim se movimenta em rebuliços
Para fazer-me pensar que sou incapaz.
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 24/11/2006
Código do texto: T299704
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:53)
Lady Sophia