Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Padecimento


Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br


Belo Horizonte - 1983.
Soube que hoje morreu uma delas, esfaqueada,
E todas contribuíram para o sepultamento.
Gesto solidário, humanitário
Entre os que têm coração...

Imagino a zona boêmia
E a raiva que se apoderou da jovem
Com a primeira doença venérea
Na antes carne venerável,
Sempre passivel de escolha
Sempre possível e lavável...
Cedido a preço de banana,
O corpo resgatado
Com o Sangue do Cordeiro...

Acorda, moça!
Moça, minha irmã!
Toma a corda
Toma a escada
Toma a mão que uso pra tocar piano!
Toma as mãos de todos que te acenam
Pra sair do engano!...
Sai do poço!
Desmancha esse mau negócio
E pára de te vender,
Que ainda há quem te ame
Sem precisares te perder!...
A vida pode ser mais digna
E muito menos violenta!...
É o Rei dos Reis que te ama
E a toda hora te chama!...
Existe o paraíso permitido.
Moça bonita,
Vem ser bendita!
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 25/11/2006
Código do texto: T300664
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (34688 leituras)
6 áudios (364 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:13)
Euna Britto de Oliveira