Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS PEDRAS


Tenho andado tão só
Por essa estrada cheia de pedras.
Nem mesmo quem me ajude a ultrapassá-las
Ou me costure os ferimentos
Tenho encontrado.

Pelos lugares da vida
Nem mesmo aprendi
A utilizar as pedras
Como auditório à minha representação.

As pedras são inimigas tiranas
Que teimam em me perseguir.
Por mais que eu me mostre inabalável
Elas me parecem implacáveis.

Poema escrito em setembro de 1998.
Está no livro "Segredos da Solidão", pág. 60.
GENERINO GABRIEL

Publicado no Recanto das Letras em 26/11/2006
Código do texto: T29625
GENERINO GABRIEL
Enviado por GENERINO GABRIEL em 26/11/2006
Reeditado em 18/02/2013
Código do texto: T301946
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GENERINO GABRIEL
Juazeiro - Bahia - Brasil, 47 anos
39 textos (2758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:05)
GENERINO GABRIEL