Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM JOGO SEM JUÍZ

Um pingo
Pra inundar o sertão
Uma ação
Prá mudar a razão
E tocar a sensibilidade
Da sociedade
Lampião tinha razão
Na ponta da faca
Mordaz e afiada
Na lâmina reflete
O suor da batalha
Busca incessante
De ser errante
Mais defender seus interesses
Custe o que custar
Sem medo de morrer
Sem medo de lutar
Somos lampiões sem atitude
Sem banho de açude
Um jogo sem juiz
Um nordeste sem Luiz
Uma zaga sem Gonzaga
Será que precisaremos
De lampiões
Prá iluminar nossas cabeças?
FLÁVIO PORTO
Enviado por FLÁVIO PORTO em 29/11/2006
Código do texto: T304700
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLÁVIO PORTO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 50 anos
9 textos (420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:04)
FLÁVIO PORTO