Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER O NADA

SER O NADA


Sou um pássaro ferido
Com sua asa quebrada
Tentando ainda voar

Sou um golfinho atingido
Pelo arpão da esquadra
Seguindo inútil no mar

Sou uma estrela apagada
Que perde o seu brilhar
E cai do céu num estampido

Sou a corrente estragada
Que a nada pode atar
Pois tem o elo rompido

Sou cruz no fim da estrada
E nela vou me pregar
E ali perder meu sentido
Num soluçar comovido
Então parar de respirar
Esquecer tudo e ser o nada


GILSON G SANTOS
Enviado por GILSON G SANTOS em 29/11/2006
Código do texto: T305053
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILSON G SANTOS
Cubatão - São Paulo - Brasil, 50 anos
1323 textos (122201 leituras)
2 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:35)
GILSON G SANTOS

Site do Escritor