Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESPIRAÇÃO OCULTA

No mesmo momento em que escrevia,
escutava a sua voz que vinha...
Sobre oxigenação de folhas,
encarnando com sede a tua boca,
de válvula suculenta,
saliva experimental...
Razão instrumental...

ainda estou só...
ainda me sinto só...

Em novelas de falsa larga,
levando a vida sem mentira,
nostalgia casual.
Dei-me tua mão,
formando o casal,
por sombra de palmeiras.

Em jardim de roseiras despencadas,
insisto em querer você...
Sonho de nuvens recheadas.

Assim não fico só...
Assim não me vejo só...
OSMAR ZIBA
Enviado por OSMAR ZIBA em 30/11/2006
Código do texto: T305832
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
OSMAR ZIBA
Goiânia - Goiás - Brasil
295 textos (12219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:45)
OSMAR ZIBA