Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÁTRIA AMADA

Ao sertanista João Gonçalves da Costa - In memoriam

Um dia chegaram à Terra
os homens de além mar,
mas não chegou nesta serra
o seu cântico de amar.

Depois vieram tropeiros
com seus burros carregar
nossa riqueza em cruzeiros,
direção do além mar...

mongoiós e imborés
tiveram que sucumbir
morrendo assim aos seus pés
sem mesmo poder fugir...

Era o Brasil esperança
de heróicas Bandeiras
matando velhos, crianças
nos prados e nas ribeiras...

No Sul, foram os pataxós;
no leste, os tupinambás
aqui, jazem os mongoiós,
imborés, jequitibás...

e nesta devastação
que foi imposta aos brasileiros
ficou a triste lição
destes lusos estrangeiros...

Os índios como nação
nunca foram respeitados
sofreram depredação
até serem exterminados...

Depois, a vez das florestas,
dos bichos e dos tesouros;
das nossas caças modestas
não nos restou um só couro...

Nossa industrialização
serviu prá nos entregar
ao americano patrão
sem direito a reclamar...

Fizeram a revolução
pra todos nós redimir
eis aí a podridão
onde fomos sucumbir.

Depois de tudo desfeito,
depois da Pátria perdida
como pensar em direito
pra curar esta ferida?

Sou um pobre brasileiro
amo muito o meu país
que sustenta o estrangeiro
de Miami ou de Paris

Não acredito em vergonha
ou na honra nacional
bom brasileiro não sonha:
Seu pesadelo é real.

Mas ao crescer o país
no boom da fabricação
o estrangeiro foi feliz
escravizando a nação.

Devastaram a Amazônia
jacarandá da Bahia
trouxeram "pólos" de amônia
sepultaram a ecologia

Por isso as grandes cidades
não podem mais respirar
sufocadas de inverdades,
mortes, crimes sem parar...

E os governos, que é que fazem ?
Ouvidos de mercador;
fingem que de nada sabem,
Povo/Estado/Fome/Horror...
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 03/07/2005
Reeditado em 11/05/2006
Código do texto: T30763

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:20)
Ricardo De Benedictis