Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto







Vê tanta fartura de miséria

Vê tantos irmãos em guerra

Esguicham sangue e labaredas

E temos de sofrer sorrindo

Refreando os soluços

No peito constrangido

A vida continua

Dia após dia

O sol acorda

O céu muda

Embebe-se de sangue a terra

Acho-me tão consumida

E ainda agora começa

A neve

Nos meu cabelos!


Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 02/12/2006
Reeditado em 02/12/2006
Código do texto: T307805
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 65 anos
1240 textos (132475 leituras)
60 áudios (14379 audições)
9 e-livros (5451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:15)
Maria Petronilho

Site do Escritor