Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mata Virgem

Cheiro de mato verde molhado;
Assim é a relva na selva;
Pássaros cantam no final da tarde;
Os raios de sol nessa hora não ardem;
Mata virgem e o solo úmido;
Onde se brotam a vida;
Servem para que o homem reflita.
Exorcista Diamonds
Enviado por Exorcista Diamonds em 11/08/2011
Reeditado em 03/01/2012
Código do texto: T3152707
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Exorcista Diamonds
Barra do Corda - Maranhão - Brasil, 45 anos
161 textos (39014 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:19)
Exorcista Diamonds