Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confessório

“Deus! Ó Deus! Onde estás que não respondes?”
Sou um negro em Castro Alves (sou feliz?);
Mas a minha ânsia vegeta por não ter ao meu lado os meus amores!

O meu mundo está noutra cidade distante da minha vontade
Meus pequenos brilhos são jóias, meus filhos!
Mas “Ó Deus! Ó Deus! Onde estás que não respondes?”

Meus brinquedos jogados ao léu fez-me pensar
Pensar, pensar em que? Esqueci os meus pensamentos!
Será que estou louco? Lamento! Minha mente ao vento

Está e me leva para o céu eqüidistante;
Solidão a cada noite vasta inimiga do dia
Mas “Ó Deus! Ó Deus! Onde estás que não respondes?”

Mas sei que existes, se não respondes, a resposta será breve
Enquanto isso o que faço? Me leve!
Por que vida sem vida é o mesmo que amor sem margarida.
Me leve!
 
Uilson Silva
Enviado por Uilson Silva em 11/08/2011
Reeditado em 11/09/2011
Código do texto: T3152859
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Uilson Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
66 textos (1760 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:15)
Uilson Silva