Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CHINELINHO ROSA.

                            CHINELINHO ROSA

    Eram 5:15 hs de uma segunda feira quando o Sargento  do exercito passava gritando entre os beliches onde dormiam os cabos e soldados.
    -- Alvoradaaaaa, alvoradaaaaa, vocês tem cinco minutos para arrumar a cama e sair do dormitório, ciiinco minutos, VOU INICIAR A CONTAGEM; E começou a contar os segundos de forma decrescente.
   -- TREZENTOS, DUZENTOS E NOVENTA E NOVE,...... .
    Dava-se inicio a correria, todos os soldados levantaram, arrumaram as camas e saíram para o vestiário, foi quando o sargento encontrou um par de chinelos na beira de um dos beliches, um pé de chinelo preto e o outro rosa, bem feminino.
    -- Quem dormiu nesta cama? Gritou o sargento.
    -- Quem dormiu nesta cama? Repetiu.
    Nada, o dono do chinelinho sumiu por mais que o sargento perguntasse ninguém respondia.
    Eram 6:00hrs e a companhia estava toda em forma e após toda a apresentação e o hino nacional o Capitão passava diante dos soldados que ainda permaneciam em forma; Com o chinelo rosa nas mãos falava:
    -- Vou perguntar apenas uma vez, quem é o dono do chinelo? Se não aparecer até o final da tarde todos estarão de pernoite. Eu não admito um soldado da minha companhia andar por ai com um chinelo deste, aqui é lugar de homem com H maiúsculo. E liberou a companhia para os afazeres diários.
    O dito foi cumprido, como não apareceu o dono até o final da tarde, toda a companhia, cabos e soldados ficaram de pernoite.
   Durante o jantar em família, a esposa do capitão lhe disse:
    -- Acho que alguém pulou em nosso quintal durante a noite passada, achei estranho na hora em que o Hulk saiu latindo e deu “um pega”, por volt das 23:45hs e logo em seguida ficou quieto. Pensei que fosse algum gato e hoje eu vi uma marca de pé no muro.
    Nesta hora a filha adolescente do casal se engasgou e correu para o banheiro sem ao menos pedir licença, o capitão ficou só observando e como um bom observador, reparou que ela usava um chinelo preto o outro rosa.
O Velhão
Enviado por O Velhão em 11/08/2011
Reeditado em 24/04/2012
Código do texto: T3153045

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Velhão
Caçapava - São Paulo - Brasil, 49 anos
59 textos (5859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:56)