Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VILA RICA

Em cada rocha
fragmentos de um passado
cálido e calado...

Silêncio de senzalas
de cem almas
de mil almas...
Ressoa no ar como
o estampido
de um tiro no escuro.

Teus muros de carne
ossos e gente
- tanta gente! –
desabaram dia após dia.

Teu Ouro Preto
na verdade era o sangue
de tantos negros
arrancados de seus
pobres pelegos.

E na riqueza de poucos
a desgraça de tantos
e uma lágrima de ouro
se solidifica
clamando por ti
Vila Rica.
Marcelo Lopes
Enviado por Marcelo Lopes em 06/07/2005
Código do texto: T31607
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Lopes
Guarujá - São Paulo - Brasil, 47 anos
476 textos (44662 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/05/17 03:25)
Marcelo Lopes