Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

4 da matina


4 da matina e todos dormem
Eu sigo zumbi zanzando
pelas ruas e praças.
Provoco o tempo provando
que eu tô no comando.
você passade carro e finge
que não me vê
depois faz o balão e volta
inventando mil desculpas desnecessárias.
(será que vale a pena?)
Me oferece carona, eu topo
mas vamos pra tua casa
na minha tem muita gente.
Lá papo furado
Janis no som
cheiro de incenso
bebida: vinho ou cachaça?
Os dois
mais papo furado
tuas frustrações...
meus poemas
Hoje é o aniversário de minha mãe
amanhã é o de outra pessoa, de Ana.
vc começa a chorar
odeio teatrinho as 4h30 da manhã
Digo que vou embora
Você pede que eu fique.
Fico
Pergunto se posso fumar
você acende um Malboro
sorri
nem parece a mesma.
Diz que engordei, mas que ainda sou interessante.
Falo sobre a Bahia e meus amigos
Falo sobre o Ciso e o Neo, Guto e tudo
Falo sobre a Vodka e a pequena Rebecca coms dois "c".
Você diz querer uma foto
e eu te ofereço
pede uma dedicatória
"eu mereço" penso eu.
O sol vai raiar
e tenho que ir ao mercado,
hoje chegam o Killer e o Snoopy
e a casa vai ficar mais cheia.
Levanto-me
você me acompanha até o portão
trocamos um selinho e vou
Sigo zanzando e zumbindo liberto,
acendo um cigarro
canto um tema do Charly Garcia
e sigo
sigo pensando na Camila Ascari...

Tupã, em uma madruagada qualquer
Jim d
Enviado por Jim d em 08/07/2005
Código do texto: T32218
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jim d
Tupã - São Paulo - Brasil, 38 anos
46 textos (1877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:35)
Jim d