Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verde que eras tão verde


 
 
 
ERA TÃO VERDE O VERDE
NAS MARGENS DESTE MEU RIO!
ERA A PAISAGEM TÃO LINDA

ERA TÃO AZUL O CÉU
E AGORA É TUDO CINZA!


AINDA ONTEM FLORIA
E HOJE É QUASE NADA

QUEM PODE ENCHER O ESPANTO
QUE SE DESCOBRE NO ROSTO
DAQUELE QUE VAI ARDENDO
A COMBATER NO SEU POSTO?

ERA O VERDE TÃO VERDE
HOJE INFINITO O DESERTO
QUE OLHO E NÃO RECONHEÇO

MEU PORTUGAL PEQUENINO

QUE ERA DE UM VERDE TÃO VERDE
E HOJE É UM MAR DE PRANTO!



LISBOA(ALMADA) - PORTUGAL,
8/8/2003
9/8/2005
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 09/07/2005
Código do texto: T32535
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 64 anos
1238 textos (130518 leituras)
60 áudios (14347 audições)
9 e-livros (5147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:21)
Maria Petronilho

Site do Escritor