Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FRIO DO RIO GRANDE

UM PALA COM LÃ BATIDA
UMA MALA DE VIAGEM FEITA PELA MINHA AVÓ
O PINGO BEM ENCILHADO, E DOMADO
UM FREIO CHILENO
UMA BOTA COSTURADA À MÃO
PELO TIO OSVALDO.

UMA SELA FEITA PELO JOÃO OSWALD
AS BOMBACHAS FEITAS PELA TIA MARIQUINHA
CAMISA E BLUSA
COMBINANDO A TRADIÇÃO.

AH!
SAUDADES DA MINHA CAMAQUÃ
DO ARROIO DURO
DO BANHADO DO COLÉGIO
DE ARAMBARÉ
SANTA RITA
VOU A TROTE COM O PINGAÇO
FORTE QUE NEM UM AÇO
PARA AGUENTAR
O FRIO MINUANO
DO RIO GRANDE DO SUL
TERRA DE CAUDILHOS
E REVOLUCIONÁRIOS FARROUPILHAS
LUTADORES POR UMA LIBERDADE
QUE SÓ OS VENTOS DO RIO GRANDE
PODE CONTAR AOS HOMENS
DE OUTRAS QUERÊNCIAS
QUE NÃO SÃO DO SUL
ESSA TERRA
LAVRADA E BATALHADA
MUITO TRABALHO E SUOR
TENHO ORGULHO
DESSE GLORIOSO CONTINENTE
DO FRIO DO RIO GRANDE
DA TERRA DE BENTO GONÇALVES
O NOSSO ÍDOLO GIGANTE.
Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 17/07/2005
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T35001
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:20)
Milton Nunes Fillho