Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE AMORES E LIBERDADE

(a José Cláudio Machado, músico e cantor nativista)

O crepúsculo cinzento levanta as pestanas
e a estrela boieira tironeia no céu
qual uma tordilha venta rasgada.
Riscos azulegos descambam no horizonte.

Uma tropilha de aporreados se solta campo fora
e se estrepa nos peraus do pensamento.
Vividas pautas de amores saludam os pelos tordilhos
de minha própria cumeeira de pensar e viver.

Já troco os passos de tango, mas fica o rastro.
Entreveros marcam, na tarca andarenga,
os talhos da afiada xerenga.

São tristes os cambichos marcados
pelas recolutas das tropilhas da saudade.

Na boléia do vento – sotreta – ainda bombeia,
com olhar de águia, a china Liberdade!

– Do livro O CORAÇÃO ABRE A CORDEONA, 1978/2007.
http://recantodasletras.uol.com.br/poesias/35922
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 20/07/2005
Reeditado em 29/11/2011
Código do texto: T35922
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709708 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:44)
Joaquim Moncks