Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

idiota eu?


Hoje sem saber porque
Sentei-me á beira da calçada
Numa das ruas mais movimentadas
De minha cidade, então pensei.
O que irão pensar as pessoas.
Que passam e me vêem.
Aqui sentado feito um idiota.
Nada contra aos idiotas
Mas foi assim que, eu me senti.
Mas, fiquei por ali mesmo.
Até que, uma Senhora que passava.
Parou a meu lado, e perguntou-me.
Se eu estava me sentindo bem.
Eu lhe respondi que sim.
Ainda bem me disse ela.
E sentou-se a meu lado.
Porque será, que eu disse á mim mesmo.
Agora os idiotas, são dois.
E realmente, éramos dois idiotas.
Ali sentados arriscando a vida.
Porque poderíamos ser atropelados
Por algum motorista maluco
O silencio entre nós era intenso.
Ela, em meio ao silêncio me perguntou.
Diga-me uma coisa, você é maluco.
Porque será, mas eu tive a impressão.
Que, ela lia pensamentos.
Então respondi, isso é muito feio.
Ficar ai, lendo o pensamento dos outros.
Ela riu muito e disse: -maluca eu?
Malucos somos, nós os dois.
Aqui sentados, feito, dois idiotas.
Eu não me contive, levantei-me e disse.
Bem alto, aleluia, ela concorda comigo.
Ela levantou-se, abraçou-se a mim.
Para o espanto, de algumas pessoas.
Que sem entender nada, nos assistiam.

                          Volnei R. Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/07/2005
Código do texto: T37058
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:16)
Volnei Rijo Braga