Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGORA...

Diógenes Davanzo®

O acaso uniu duas vidas
O destino quis assim
Almas puras em confronto
Sem nada questionar
O amor é tão forte
Que nada os separa
Sentimento real de união
Somente Deus é testemunha
Agora nada os detêm
Este amor em tamanha profusão
Não se vive de ilusão
A vida prega peças
E de repente tudo se acaba
Agora nada resta
Daquilo que um dia foi um sonho
Sonhos diluídos
Numa triste estrada sem fim
Vidas dilaceradas
Vidas amarguradas
Vidas ceifadas
Não há mais sorrisos
Não há mais fantasias
Não há mais alegrias
Pura ilusão
Triste separação
Agora nada mais resta
Tudo é dor
Tudo é distância
Tudo é agonia e amargura
Cessaram-se os cânticos
Só resta a saudade
Daquilo que um dia foi
Um belo amor
Uma bela flor
Um belo sonho
Agora é só sentimento de morte
Jogados à própria sorte
Sem nenhum norte
Sem futuro
Agora é o fim
Agora...

12.12.04
0h38
São Paulo - SP
Diógenes Davanzo
Enviado por Diógenes Davanzo em 25/07/2005
Código do texto: T37690
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diógenes Davanzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
107 textos (6196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:23)
Diógenes Davanzo