Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cárcere

Entrar aqui, é como gravar na alma a ferro quente
o retrato mais contundente
da violência e do desafeto...

É caminhar sobre o tênue limite
que separa a lucidez da insanidade
a indignação da impotência...

É chegar ao fundo de um escuro poço...
Ver num só ser, o que violenta e o que é violentado.

É perder de vista o limite
entre o amor e o ódio mais profundos...







Aurea Maria da Rocha Pitta
Enviado por Aurea Maria da Rocha Pitta em 29/07/2005
Reeditado em 03/09/2006
Código do texto: T38757
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aurea Maria da Rocha Pitta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
26 textos (7405 leituras)
1 áudios (305 audições)
4 e-livros (851 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:10)
Aurea Maria da Rocha Pitta